28 agosto 2015

Mundo vai acabar em setembro, diz teoria da conspiração

Nós temos mania de esperar pelo pior, é quase uma condição humana nata. Estamos sempre encontrando fins para o mundo, anunciamos um apocalipse a cada ano, espalhamos aos quatro ventos que a humanidade vai acabar.
Em 1910 o rastro tóxico do cometa Halley seria o fim. Em 1999 as previsões do aclamado Nostradamus estabeleciam o apocalipse. Segundo os Maias, não passaríamos de 2012.
No entanto, cá estamos já em 2015 e mesmo com tantas profecias falhas ainda há previsões da destruição da humanidade. A teoria conspiratória atual afirma que um asteroide colidirá com a Terra em setembro deste ano, ocasionando a devastação do planeta, uma catástrofe sem precedentes.
Confira no texto a seguir:

‘Teorias da conspiração preveem um evento catastrófico que poderá destruir a civilização dentro de poucos meses. Segundo as previsões do “fim do mundo”, defendidas por blogs e sites, a queda de um asteroide no nosso planeta pode acontecer entre 22 e 28 de setembro deste ano. As informações são do The Mirror.
Muitos teóricos bíblicos acreditam que haverá um evento que marcará “sete anos de angústias” para o ser humano. No entanto, cientistas já desmentiram tal crença, restrita a pequenos grupos de religiosos’.
Profecias do apocalipse geralmente estão relacionadas à religião e com esta não é diferente, já que ‘teóricos bíblicos’ preveem a queda do asteroide. Acontece que na verdade essa história vem se arrastando desde 2010.
Na época, Efraín Rodríguez, um autoproclamado profeta de Porto Rico disse que recebeu uma mensagem divina sobre a queda do grande asteroide. Depois disso, apocalípticos convictos juntaram peças em um quebra-cabeça inexistente para confirmar a profecia.
A coisa toda ganhou mais força nos últimos dias, quando o The Mirror deu a notícia sobre a profecia do apocalipse de setembro. Como era de se esperar, o conteúdo foi replicado em diversos sites e blogs e chegou ao Brasil.
Até a NASA se sentiu na obrigação de desmentir o fatídico asteroide, dada às proporções do assunto na web e redes sociais. Segundo os cientistas, não há possibilidade de um objeto tão grande se aproximar do planeta por pelo menos 100 anos.
Para o bem, estamos todos salvos. E, sobre a próxima previsão, aquela de que o mundo vai acabar por causa do Grande Colisor de Partículas (LHC), melhor falarmos disso outra hora.
Fonte: A matéria pertence ao site http://www.boatos.org

Igreja Católica faz apelo contra a descriminalização do porte de drogas

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) se posicionou contra a descriminalização do porte de drogas para consumo próprio. Em nota, a CNBB argumenta que a dependência química representa um dos grandes problemas de saúde pública e de segurança no Brasil e interfere gravemente na estrutura familiar e social.

"Ela está entre a causas de inúmeras doenças, de invalidez física e mental e de afastamento da vida social. Conforme o texto, a dependência, que atinge especialmente adolescentes e jovens, é fator gerador de violência social, além de provocar no usuário alteração de consciência e de comportamento."

O caminho defendido no documento e considerado pela entidade como mais exigente e eficaz é a intensificação de campanhas de prevenção e combate ao uso de drogas, acompanhada de políticas públicas nos campos da educação, do emprego, da cultura, do esporte e do lazer para a juventude e a família.
"A liberdade pessoal tem a ver com a relação da convivência humana, que precisa ser preservada", informou dom Leonardo Steiner. "A droga não deixa a pessoa chegar à sua plenitude. A droga anestesia", concluiu.
O tema está em análise pelo Supremo Tribunal Federal. O relator do processo, ministro Gilmar Mendes, defendeu a descriminalização do porte de drogas para consumo próprio e sugeriu a adoção de medidas administrativas em vez de penais. O julgamento, iniciado na semana passada, foi interrompido por um pedido de vistas do ministro Luiz Edson Fachin.
MACONHA
Fonte: http://www.brasilpost.com.br

Polícia tenta identificar mulher que jogou tinta em formanda em Cuiabá

A Polícia Civil tenta identificar quem é a mulher que jogou tinta vermelha na universitária Sirene Luzia Correia, de 31 anos, minutos antes da formatura dela na última terça-feira (25), em Cuiabá. Segundo a polícia, as pessoas que estiveram mais próximas à vítima durante a colação de grau deverão ser chamadas para depor. A estudante, que estava de beca no momento do incidente, iria se formar em administração quando uma mulher a chamou pelo nome e jogou tinta nela.
“Estamos instalando os procedimentos padrões para as investigações. Vamos intimar as amigas mais próximas, quem esteve com ela na cerimônia e, o mais importante, assistir as imagens do circuito interno de segurança do local”, disse o delegado Simael Ferreira, da 3ª Delegacia de Polícia de Cuiabá, responsável pela investigação do caso.
Segundo Ferreira, em depoimento à polícia, Sirene teria apontado a mulher de um homem com quem se relacionava como principal suspeita.
“Ela contou que tinha um relacionamento com um homem que seria casado, mas que terminou com ele há seis meses, e que a mulher dele seria a principal suspeita para ela”, afirmou o delegado.
Ainda segundo Ferreira, após ouvir as pessoas mais próximas à vítima, a polícia deve intimar o antigo namorado de Sirene e a mulher dele.
Estudante teve queimaduras no rosto após ser
atingida por tinta (Foto: Reprodução/ TVCA)
Em entrevista ao G1, Sirene Luzia disse que ainda está muito abalada com o ocorrido, mas tenta se recuperar. “Eu realmente não sei quem foi, pode ter sido qualquer pessoa, mas para mim essa mulher é a principal suspeita”, disse. A instituição em que a jovem estuda deve esperar a recuperação dela para marcar um nova cerimônia.
Porém, a formanda disse que não está pensando nisso por enquanto. “Eu quero deixar o susto passar, me recuperar completamente primeiro”, completou.
Para Sirene, independentemente de quem for, o culpado deve pagar pelo ocorrido. “Espero que a pessoa seja localizada e punida pelo que fez. Ainda é muito recente, mas eu não perdoo quem fez isso comigo", disse.
A formanda afirma que o que aprendeu no curso ninguém pode tirar, mas o desejo de se formar foi interrompido. “Eu tinha o sonho de tirar as fotos com meus familiares, colar grau, passar pela cerimônia e isso foi tirado de mim. Eu esperei quatro anos e alguém tirou isso de mim”, contou Sirene.
Formanda foi atingida por tinta na cabeça e não colou grau em Cuiabá (Foto: Reprodução/TVCA)
O caso
Sirene estava de beca e a poucos minutos de se formar quando foi atingida. Segundo familiares, a estudante de 31 anos tinha ido beber água quando foi atingida pela tinta vermelha, que ficou impregnada em seu rosto, cabelo e braços. "Espero que a pessoa seja localizada e punida pelo que fez", disse a aluna.
Sirene foi levada até a Policlínica do Coxipó, e a equipe de médicos tratou a jovem com um óleo à base de banana para retirar a tinta vermelha de seu corpo.
Fonte: http://g1.globo.com

Casal de idosos é agredido durante tentativa de assalto em Gravataí, RS

Um casal de idosos foi agredido dentro da própria casa por um homem com dois filhos e mais um adolescente durante uma tentativa de assalto na noite desta quinta-feira (28) em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Segundo a Brigada Militar, a mulher, de 90 anos, foi asfixiada com um fio de nylon, e o homem, de 91 anos, sofreu cortes nas mãos. O roubo foi frustrado e os suspeitos, detidos.
O casal mora em uma área rural próxima ao bairro Morungava. Policiais militares que passavam pelo local perceberam a movimentação estranha e prenderam o homem, de 44 anos. Dois filhos do assaltante, de 12 e 14 anos, e um adolescente de 17 anos foram apreendidos.
O casal foi encaminhado para o Hospital Dom João Becker e passa bem, apesar das marcas das agressões.
Homem de 91 anos foi agredido e ficou com marcas nas mãos em Gravataí (Foto: Divulgação/BM)
Fonte: http://g1.globo.com

Nº de corpos em caminhão achado na Áustria passa de 70, diz polícia

A polícia austríaca afirmou, nesta sexta-feira (28), que 71 corpos estavam no caminhão frigorífico abandonado no leste da Áustria. O veículo, que havia deixado a Hungria, foi encontrado, na quinta-feira (27), em uma área de descanso de uma estrada do estado de Burgenland.
De acordo com o chefe da polícia local, no caminhão estavam 59 homens, oito mulheres e quatro crianças, segundo a agência Reuters.
Quatro suspeitos de envolvimento com o caso foram detidos. A polícia húngara informou que os suspeitos são três búlgaros e um afegão, ainda de acordo com a Reuters.
As indicações iniciais sugerem que as vítimas teriam morrido por sufocamento, de acordo com o jornal austríaco "Krone", citado pela Reuters. Entre as vítimas a polícia suspeita que esteja um grupo de migrantes sírios já que um documento de identificação foi encontrado com eles. 
O chefe da polícia do estado de Burgenland, Hans Peter Doskozil, disse que, após o incidente, o policiamento será intensificado em Burgenland para recrudecer o controle na fronteira com a Hungria, que enfrenta a chegada em massa de migrantes.
Primeiros dos corpos dos migrantes que foram encontrados em um caminhão frigorífico, no leste da Áustria, chegam a Viena (Foto: Dieter Nagl /AFP)
O veículo foi encontrado quando patrulheiros viram fluidos de corpos em decomposição saindo da porta traseira. “É possível estimar que as mortes tenham ocorrido de um dia e meio a dois dias atrás”, disse Hans Peter Doskozil, chefe da polícia na província de Burgenland.
A polícia local informou que os refugiados poderiam estar mortos quando o veículo entrou no país, entre a noite de quarta-feira (26) e a manhã desta quinta, afirmou a polícia local.

Hungria
Janos Lazar, chefe de gabinete do premiê húngaro, Viktor Orbán, criticou a União Europeia (UE) por não ser capaz de controlar a entrada de migrantes. "Os acontecimentos dos últimos dias mostraram que a UE é incapaz de defender suas fronteiras", disse em coletiva de imprensa.
A chanceler alemã, Angela Merkel, disse estar abalada com o caso. “Estamos comovidos com essa terrível notícia. É uma advertência para nos colocarmos a trabalhar, resolver o problema e demonstrar nossa solidariedade”, declarou, segundo a agência France Presse.

Crise migratória
Dezenas de milhares de refugiados de regiões em crise no Oriente Médio e na África têm tentado chegar à Europa. Países, como a Grécia, a Itália, Macedônia e a Hungria, são obrigados a lidar com a chegada em massa dos migrantes.
A Hungria bateu um novo recorde na entrada de migrantes na quarta. Segundo a polícia, 3.241 pessoas entraram no país atravessando a fronteira com a Sérvia. A maioria dos refugiados deixou a Síria, o Afeganistão e o Paquistão. Entre eles, estão 700 crianças, segundo a agência France Presse.
Dezenas de imigrantes foram encontrados mortos em um caminhão na Áustria. O veículo, que continha dezenas de corpos, foi achado em uma área de descanso de uma estrada do estado de Burgenland, no leste do país (Foto: Dieter Nagl/AFP)
Fonte: http://g1.globo.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...