30 abril 2014

Atriz pornô japonesa faz plásticas e fica com ‘rosto de funil’

Uma atriz pornô japonesa ficou irreconhecível após fazer uma série de cirurgias plásticas. Rina Nanase, que usa o nome Rumi Kanda profissionalmente, afinou tanto o maxilar que seu rosto ficou com o formato parecido com o de um funil.
Na internet, fãs do trabalho da japonesa se apressaram em criticar as mudanças. Vários comentários apontavam a semelhança entre a atriz de filmes eróticos e Dobby, o elfo doméstico da série Harry Potter. Apesar disso, após algumas camadas de maquiagem e uma boa produção, Rina voltou a fazer sucesso entre seus seguidores.
A atriz ficou totalmente diferente após as cirurgias
Internautas apontaram a semelhança com o elfo doméstico Dobby
A comparação de Rina antes e depois das cirurgias plásticas
Rina produzida
Rina produzida após as cirurgias
Rina produzida após as cirurgias Foto: Reprodução / Facebook

29 abril 2014

Comercial de funerária faz celebração poética à vida

Existem negócios difíceis de serem anunciados, funerárias estão dentro desse grupo. É preciso de bastante sensibilidade para conversar sobre o assunto com o consumidor, especialmente dentro da publicidade.
Entretanto, a funerária portuguesa Funalcoitão mostrou como deixar a morbidez de lado e lançou uma bela propaganda. O vídeo, intitulado Tributo, acompanha a narração do poema Fim, de Mário de Sá-Carneiro e aborda o funeral de uma pessoa como um momento de celebração à vida.
A mensagem final da funerária diz: “Mais do que enterros, fazemos homenagens”. A direção é de Pedro Amorim, com produção da Krypton.
Assista ao vídeo abaixo:

28 abril 2014

Menina de 12 anos leva surra de cinto após postar fotos seminuas na internet; veja vídeo

Depois de postar fotos em que aparece seminua no Facebook, uma caribenha de 12 anos levou uma surra de cinto da mãe, que ainda filmou a punição para compartilhar com os amigos da menina na internet. O vídeo se tornou viral na rede social e gerou uma grande discussão sobre o castigo corporal, que é uma prática muito comum na república de Trinidade & Tobago, onde a família mora. O clipe de seis minutos mostra Helen Barlett, mãe de quatro filhos, desferindo diversos golpes na filha de 12 anos, que aparece chorando, gritando e xingando durante o castigo.
Em entrevista a jornais locais, Helen contou que decidiu dar uma surra na menina depois de flagrar uma troca de mensagens entre ela e um menino de mesma idade, na qual o garoto tentava convencê-la a fazer sexo com ele. Depois de ler as mensagens, Helen acessou as imagens da filha e viu diversas fotos em que ela aparecia apenas de calcinha e fazendo poses sensuais. A caribenha explicou que queria proteger sua filha de uma possível gravidez na adolescência e acrescentou que, embora seja bonita e inteligente, a menina sofre de baixa auto-estima.

Mulher bate de carro e morre depois de postar selfie no Facebook

A americana Courtney Sanford, de 32 anos, bateu de carro e morreu depois de postar um selfie no Facebook. O acidente aconteceu em Carolina do Norte, na última quinta-feira, mas somente neste sábado a polícia local concluiu a investigação, associando o acidente ao uso do celular. De acordo com o jornal britânico Daily Mirror, a última mensagem da mulher na rede social foi publicada às 8h33min e, um minuto depois, o serviço de emergência 911 recebeu a primeira chamada de socorro.
Na publicação derradeira, Courtney compartilhou com seus amigos a satisfação por ouvir uma música do cantor Pharrell Williams. “A canção 'Happy' me faz feliz”, escreveu ela no perfil da rede social. Logo após a publicação, o veículo que a mulher dirigia atravessou o canteiro central de uma estrada movimentada e atingiu um caminhão de lixo. A motorista bateu com a cabeça e morreu na hora. A investigação policial também concluiu que Courtney tinha o costume de fazer fotos de si mesma enquanto dirigia.

26 abril 2014

Professora é presa após obrigar aluno a receber sexo oral em escola

Uma professora de educação especial foi presa por fazer sexo oral em um aluno - contra a vontade do jovem. Saralyn Gayle Portwood, de 30 anos, preparou uma "armadilha" para o adolescente, após assediá-lo ao longo do ano letivo e ser rejeitada pelo jovem. Como última cartada, a professora chamou o aluno em sua sala na escola de ensino médio Princeton, no condado de Colin (Texas, EUA). 
O garoto, de 17 anos, que não pertence à turma de educação especial, contou à polícia que, ao entrar na sala de Saralyn, ela o surpreendeu, jogando-o contra a mesa e começou a praticar sexo oral.
Durante as investigações, a professora foi suspensa do colégio. Após o relato da vítima, Saralyn foi presa. A suspeita é casada com um professor que também trabalha na escola. Se condenada, a professora pode pegar até 20 anos de prisão.

Neto larga faculdade e emprego para cuidar de avó com Alzheimer no RS

“Passei de neto a pai da minha avó.” A frase é do porto-alegrense Fernando Aguzzoli, 22 anos, que acompanhou de perto os últimos meses de vida de Nilva de Lourdes Aguzzolli, diagnosticada com mal de Alzheimer há seis anos.
O estudante de filosofia UFRGS trancou a faculdade no início do ano passado, largou emprego e as festas com os amigos para se dedicar em tempo quase integral aos cuidados da matriarca da família Aguzzoli ao lado da mãe, Rose Marie, 55 anos. Vovó Nilva, como ficou conhecida, morreu em dezembro de 2013.
O mal de Alzheimer é uma doença neurodegenerativa ainda sem cura, mas a chance de controlá-la é maior se ela é detectada precocemente. Ocorre na terceira idade e seu sintoma mais comum é a perda da memória, mas compromete ainda o comportamento e pensamento do paciente.
As experiências vividas, ora inusitadas, ora dramáticas e as lições aprendidas durante o período, o inspiraram a criar uma página em uma rede social. O sucesso dos relatos daquela rotina um tanto incomum e os diálogos compartilhados com a avó foi tão grande que gerou um livro. “Quem, Eu?” deve ser publicado em setembro deste ano.
“Escrevi o livro ao lado dela. Transcrevia tudo o que ela me dizia. Foi fantástico. Mas não queria que fosse um livro só biográfico. Além dos diálogos, coloquei opiniões de profissionais. Mas não de uma forma muito técnica. É para um leigo entender mesmo como é essa doença”, explica ao G1.
A inversão nos papéis de avó e neto foi uma tentativa de não sucumbir à tristeza, inevitavelmente provocada pela doença. “É realmente uma doença familiar. Deixei de ir a festas com meus amigos para limpar dentadura, por exemplo. A gente criou uma relação de melhores amigos”, comenta sobre o relacionamento que passou a ter com a mulher que cuidou dele durante a infância.
Fernando quando era bebê no colo da avó Nilva (Foto: Fernando Aguzzoli/Arquivo pessoal)
Fernando, 22 anos, e a avó Nilva (Foto: Fernando Aguzzoli/Arquivo pessoal)
Dona Nilva foi internada alguns dias antes do Natal de 2013 (Foto: Fernando Aguzzoli/Arquivo pessoal)

21 abril 2014

Conheça a incrível história da mulher que viveu dentro de um “pulmão de ferro” por 61 anos

Martha Mason foi um ser humano extraordinário, que passou mais de 60 anos de sua vida imobilizada em um pulmão de ferro depois de ficar paralisado em seus anos de infância, como resultado da poliomielite.
Apesar de sua situação aparentemente desesperadora, Martha viveu uma vida plena, se formou no colegial onde conseguiu terminar como a melhor aluna de sua classe no ensino médio e se formar na faculdade como bacharel em Língua Inglesa, com as mais altas honras. Além disso, participou de muitos jantares, e até mesmo escrever um livro chamado “Respiração: A vida no ritmo de um pulmão de ferro” (Breath: Life in the Rhythm of an Iron Lung), no qual ela retratou os desafios e as alegrias de sua vida.
Martha nasceu em 31 de maio de 1937 em Lattimore, uma pequena cidade do estado norte-americano da Carolina do Norte. Ela ficou paralisada quando tinha apenas 11 anos de idade depois de contrair de poliomielite, pouco tempo depois da doença ter matado seu irmão Gaston.
Depois que seu irmão havia sido enterrado, ela percebeu que também tinha os sintomas, mas manteve seus medos para si mesma, para evitar perturbar os pais. Porém, Martha logo se viu imobilizada em um pulmão de ferro, dependente dele para fazer a sua respiração.
“Eu sabia que tinha poliomielite. Eu não queria que ninguém soubesse”, escreveu em seu livro. “Um dia antes de ter ouvido minha Mãe conversando com um amigo sobre o pulmão de aço que Gaston ficou antes de morrer. Eu sabia que não teria essa dificuldade porque eu tinha excelentes pulmões”. Porém logo ela também se encontrava imobilizada no pulmão de aço, dependente dele para fazer a respiração para ela.
“Pulmão de ferro” é apenas um termo coloquial usado para descrever um ventilador de pressão, um tipo de dispositivo médico que ajuda pessoas paralisadas respirar, diminuindo e aumentando a pressão do ar dentro de um grande tanque de ferro. Martha viveu quase toda sua vida no tanque, com a contratação de pressão e expandindo seus pulmões enquanto que seus músculos fracos não podiam fazer essa tarefa.
Na época os médicos disseram aos pais de Martha para levá-la para casa e fazê-la feliz por um ano, uma vez que, segundo eles, era o tempo que lhe restava para viver. Mas graças a uma ávida curiosidade e o desejo de aprender sobre o mundo, ela superou as expectativas dos médicos e viveu por muito mais tempo.
Em casa, ela trabalhava como redatora para um jornal local, função que desempenhava ditando as palavras para a mãe. Isso foi assim até que sua mãe Euphra ficou muito ocupada ajudando seu pai inválido após sofrer um ataque cardíaco. Anos mais tarde, em 1977, ele faleceu.
Porém, no fim dos anos 80, depois de sofrer vários derrames, a mãe de Martha acabou experimentando episódios de demência e senilidade, e, fora de si, brigava constantemente e batia na filha. Martha mais uma vez mostrou sua enorme bravura, decidiu manter a mãe em casa, contrariando opiniões, e assumiu o comando de casa, pagando as contas e organizando os cuidados de sua mãe. Ela conseguiu contratar acompanhantes que logo se tornaram parte de sua família.
Depois da morte da mãe, em 1998, Martha foi capaz de escrever de novo com a utilização de um computador por voz ligado à Internet. Ela logo começou a trabalhar em seu livro de memórias dedicado à sua mãe amorosa.
Em 2009, a Dona Martha faleceu aos 71 anos depois de ter passado 61 anos dentro do pulmão de aço, mais do qualquer um jamais viveu neste estado.
“Estou feliz com quem eu sou, de onde eu sou”, conta ela ao jornal local, em 2003. “Eu não teria escolhido esta vida, com certeza. Mas dado que fui escolhida, eu provavelmente tive a melhor situação que qualquer um poderia pedir”.

Vídeo: traída pega amiga com marido na cama, espanca e corta cabelo da mulher

Uma mulher não identificada tomou uma surra e teve os cabelos cortados, após ser acusada de ir para cama com o marido da amiga, identificada pelo apelido de Glorinha, que é a responsável pelas agressões. O vídeo que circula pela internet, ainda mostra a vítima das agressões implorando que não seja morta e pedindo socorro.
Ameaças e torturas psicológicas aterrorizam a suposta amante do marido de “Glorinha”. Não há informações sobre o local onde aconteceu o fato e a situação das envolvidas.
Assista:
Veja o vídeo em:

16 abril 2014

Divirta-se com estas 15 fotos tiradas no momento perfeito

Confira as imagens selecionadas a seguir e depois nos conte qual é a sua favorita:
1 – Era uma vez uma bolha de sabão
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
2 – Flutuando
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
3 – Não é o que parece
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
4 – Cavalo marinho
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
5 – Impulso
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
6 – Explique se puder
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
7 – Homem de Ferro?
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
8 – Putin 
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
9 – Pontuação máxima
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
10 – Mundo cão
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
11 – Quem nunca?
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
12 – Limpeza
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
13 – Virando água
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
Beijos, Sheila Mello!
14 – Sacanagem!
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
15 – Conversa
Fonte da imagem: Reprodução/Perfectlytimedphotos
Fonte: Perfectly timed photos

15 abril 2014

Jornalista afirma que Michael Jackson está vivo e mostra vídeo do astro no “Balanço Geral”

O “Balanço Geral SP” exibiu nesta segunda-feira uma reportagem onde um jornalista e fã do cantor Michael Jackson, afirma que o astro está vivo, e mostra um e-mail , que supostamente, Michael teria enviado para ele. Mostra também um vídeo em que o cantor está vivo.
Na reportagem exibida, o fã, Dirceu, que já havia participado de programas de outras emissoras alguns anos atrás, abordando o mesmo assunto, mostra uma imagem registrada em Paris, na França, supostamente do cantor fazendo compras.
No e-mail em que o jornalista exibe no programa comandado por Luiz Bacci, é mostrado o seguinte texto traduzido: “Dirceu, só espero que me entendam. Eu voltarei a tempo que o mundo me entenda”. E completa: “Dirceu, mostre aos fãs que eu estou vivo”. Este e-mail teria sido enviado no dia 12 de janeiro deste ano (2014), quase cinco anos depois do anúncio da morte do cantor pop.
Dirceu ainda revela que todas as fotos em que o astro aparece morto são falsas, e diz ainda que o velório do cantor foi uma encenação, e que o mesmo estava assistindo disfarçado entre os convidados. Ele completa afirmando que mantém até hoje contato com Michael e com a família do cantor, inclusive com a filha Paris Jackson.
Na reportagem especial do Balanço Geral desta segunda-feira (14), Luiz Bacci recebeu o jornalista Dirceu Jackson, que afirmou com todas as letras que Michael Jackson não morreu no dia 25 de junho de 2009 e ainda estaria vivo. Com vídeos e um email enviado pelo próprio músico após sua morte ter sido declarada, o convidado tentou convencer os fãs do artista que ele estaria apenas escondido e revela o motivo do cantor ter inventado a própria morte. Confira!Qual a sua opinião sobre a morte de Michael Jackson? Clique aqui e responda!
(Foto: Reprodução)

14 abril 2014

Salão na Austrália inova colocando cabeleireiras nuas

Um salão na Austrália resolveu atrair clientes pelos atributos das suas profissionais. Até aí, tudo bem. Só que, em vez de dar especialização às cabeleireiras, a solução encontrada foi tirar a roupa delas. O The Vault in Ruthven contratou strippers para atender a clientela de Toowoomba, no estado australiano de Queensland.
O grupo começou trabalhando na pequena cidade como um clube de strip, mesmo. No entanto, a reação das pessoas afastava os clientes, que precisavam sair escoltados por seguranças da casa. A ideia, então, foi abrir o salão para atender quem tem vergonha de entrar no outro empreendimento do grupo.
Além de corte, o salão oferece massagens capilares e danças privativas para os clientes mais exigentes. A direção garante que são as “cabeleireiras mais bonitas da cidade”.
Atendentes cortam o cabelo e fazem massagem capilar

12 abril 2014

Bebê tem doença rara que cobre 80% da pele e família busca tratamento

O sorriso de Lauany Emanuely de Souza Boffi, cinco meses, tem um significado muito especial para sua família. É como se, por um instante, todos ao seu redor se esquecessem de como a vida da criança de Jaboticabal (SP) tem sido difícil desde que veio ao mundo. Lauany nasceu com uma disfunção considerada rara. Chamado de nevo melanocítico congênito (NMC) “gigante”, o defeito ocorrido ainda na formação do embrião fez Lauany ter aproximadamente 80% do corpo encoberto por manchas e bolhas escurecidas ocasionadas pelo excesso de melanina - proteína que dá coloração à pele.
Menina nasceu em Jaboticabal com nevo melanocítico congênito 'gigante' (Foto: Rodolfo Tiengo/G1)
O Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (SP), que acompanha o caso desde outubro do ano passado, informou que uma equipe médica acompanha a paciente, mas não deu detalhes sobre o tratamento e a doença.
Lauany precisa ficar em ambiente com ar condicionado para evitar sangramentos na pele em Jaboticabal (Foto: Rodolfo Tiengo/G1)
A condição de Lauany complica qualquer tarefa cotidiana dos pais em sua casa. Sem glândulas produtoras de suor nas áreas afetadas pela doença - o que exclui apenas as pernas, o rosto e um pequeno espaço de seu abdômen -, ela não pode ficar exposta ao sol e precisa constantemente de ambiente climatizado por ar condicionado, além de um óleo mineral para hidratação. O calor faz com que a pele dela fique irritada e sangre com facilidade, principalmente nas costas, onde estão as maiores concentrações de melanina e consequentemente onde as bolhas mais deformam a criança. As erupções fazem com que o bebê sinta dor diante de uma mínima irritação cutânea.
Os cuidados são necessários inclusive para que a criança consiga dormir. "Ela dorme, mas se eu ligar apenas o ventilador ela passa a noite em claro. A gente não sabe se coça, às vezes ela fica se esfregando no colchão", afirma a dona de casa Bruna Lima de Souza Boffi, 20 anos, mãe de Lauany, enquanto segura a filha de modo a evitar o mínimo contato com as costas da menina.
A troca da fralda e de suas roupas, apenas para citar um exemplo, é um desses momentos diários de sofrimento. “Nos três primeiros meses ela chorava muito, sem parar, agora deu uma melhorada por causa do ar condicionado [adquirido recentemente por doação]. Quando se arranca a roupa dela ela chora. Tenho que dar banho com ela no braço, porque a banheira machuca as costas dela. Após o banho, ainda preciso limpar as costas para não acumular sujeira. Além disso, tenho que passar álcool nas mãos e deixar todas as coisas dela bem esterilizadas”, relata Bruna.
Família de Jaboticabal, SP, busca tratamento para a pequena Lauany  (Foto: Rodolfo Tiengo/G1)
Nevo melanocítico congênito
O nevo melanocítico congênito (NMC) é um defeito que altera o melanócito - célula que dá pigmentação à pele - que acontece ainda na formação do embrião e provoca excesso de melanina no organismo. Dependendo da quantidade e da extensão das manchas escuras pelo corpo, o NMC pode ser considerado pequeno - de até 1,5 centímetro -, médio - de até 20 centímetros - ou grande - acima de 20 centímetros, que, pela extensão, pode ser ainda considerado gigante.
"Nevo é um defeito que aconteceu na célula que produz a melanina. Em vez de migrar, ela se transforma em célula névica, que forma manchas extensas e tumores", afirma o médico Marcus Maia, dermatologista coordenador do Programa Nacional de Controle do Câncer de Pele da Sociedade Brasileira de Dermatologia e professor de dermatologia da Santa Casa de São Paulo.
Após o nascimento, as manchas podem se expandir até quando a criança completa 1 ano, mas depois disso acompanham proporcionalmente o crescimento do corpo, segundo o especialista. Na adolescência, há possibilidade de alguns nevos regredirem. De acordo com Maia, o defeito não tem influência hereditária. "É independente de sexo, etnia e localização geográfica", diz o médico, que estima já ter tratado 40 pacientes com nevo "gigante".
No caso mais grave, o NMC gera riscos de câncer de pele, além de problemas no sistema nervoso central. O tratamento consiste da observação clínica constante, seguida de eventuais intervenções cirúrgicas para retirada de tumores e para substituição de pele. Estas, no entanto, dependem de diagnóstico. Segundo o dermatologista, de um modo geral os centros médicos brasileiros têm condições de tratar o nevo melanocítico, embora o aspecto estético seja difícil de ser solucionado.

10 abril 2014

Adolescente mata ex-namorada, filma execução e põe videos na Internet

Ele divulgou o vídeo entre seus amigos pelo aplicativo Whatsapp
Um dia antes de completar 18 anos, um jovem do Distrito Federal matou a ex-namorada, de 14 anos, com um tiro no rosto. O motivo seria uma desconfiança de que a menina estaria envolvida com pessoas de gangues rivais da região onde morava. De acordo com a Polícia Civil, que investiga o caso, o adolescente filmou a execução e divulgou o vídeo entre seus amigos pelo aplicativo de troca de mensagens Whatsapp. 
SEGUNDO A DELEGADA VIVIANE BONATO, O MENOR CONFESSOU E NARROU COM DETALHES COMO MATOU A JOVEM: CONVIDOU-A PARA SAIR NO DOMINGO À TARDE, FOI ATÉ UM MATAGAL E DISPAROU CONTRA O SEU ROSTO. EM SEGUIDA, ELE VOLTOU PARA CASA E DEIXOU A CAMISETA – ENCONTRADA COM MANCHAS DE SANGUE – EM UM CESTO DE ROUPAS PARA LAVAR. O ADOLESCENTE AINDA TERIA ASSISTIDO A UM JOGO DE FUTEBOL NA SEQUÊNCIA. “ELE ATÉ DISSE QUE COMEMOROU MUITO A VITÓRIA DO SEU TIME”, DISSE A DELEGADA. SEGUNDO ELA, O CELULAR APREENDIDO COM AS SUPOSTAS IMAGENS DO CRIME FOI ENCAMINHADO PARA PERÍCIA.
O rapaz, que não pode ter sua identidade revelada por ser menor de idade no dia do crime, foi preso na terça-feira (11) pela manhã, duas horas antes do seu aniversário e por isso responderá pelo crime de acordo com o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Ele cumprirá medidas socioeducativas.Em outro vídeo também divulgado pelo Whatsapp, o rapaz confessa ter assassinado Yorrally Ferreira. Ele conta que não queria mais nada com a menina e por isso ela estaria “botando pressão” em jovens de gangues rivais. “Vários já vieram falar comigo de que ela estava falando que eu tava (sic) ameaçando eles, jogando conversa fora”, diz no vídeo.
Para ver o vídeo clique no link abaixo:
Sem demonstrar nenhuma emoção, o adolescente conta ainda que atraiu a menina para o local do crime ao chamá-la para fumar maconha. Lá, ele a pressionou para que contasse o que estaria falando para os supostos rivais. Neste momento, Yorrally implorou para não ser morta. Em seguida, o rapaz deu um tiro no rosto da garota. Ela morreu na hora. A vítima foi enterrada no início da tarde desta quarta-feira no cemitério do Gama.
CORREIO 24 HORAS
Um Dia Antes De Completar 18 Anos, Jovem Mata A Namorada, Filma E Mostra Aos Amigos
Henrique Aquino dos Santos foi preso nesta segunda-feira e confessou o crime
Henrique Aquino dos Santos, de 18 anos, foi preso na noite desta segunda-feira (10) suspeito de ter matado a namorada de 14 anos com tiro à queima roupa. Ele confessou que planejou a morte da moça. Sem demonstrar arrependimento ou remorso, ele contou como matou a ex-namorada.
— Eu virei e segurei no braço dela e falei: “e as casinhas [emboscadas] que você armou pra mim?” Aí ela: “pelo amor de Deus, Henrique. Me desculpa.” Aí eu peguei e atirei.
O crime aconteceu no último domingo (9) em uma região conhecida como prainha no Gama. Santos teria atraído a vítima para um local isolado. Após uma discussão, ele atirou na cabeça da adolescente com um revólver calibre .32. Ela morreu na hora.
Segundo a polícia, tudo foi filmado pelo próprio acusado, que saiu exibindo o vídeo para quem quisesse ver. O caso foi denunciado à polícia que conseguiu a filmagem. Em poucas horas, Santos foi identificado pelos colegas de escola da vítima.
Henrique Aquino foi preso em casa pela Polícia Militar e não reagiu à prisão. Como ele cometeu o crime um dia antes de completar 18 anos, o jovem foi levado para a DCA (Delegacia da Criança e do Adolescente). Apesar de ter confessado que premeditou o assassinato, como o crime foi executado quando ele ainda tinha 17 anos, ele vai responder como menor e deve ficar cerca de três anos cumprindo medida socioeducativa.
Fonte: Com informações do R7
Menor Que Matou Ex-Namorada E Enviou Imagens Para Amigos Sabia De Punição Branda
Yorrally Dias Ferreira, De 14 Anos, Foi Morta Com Um Tiro Na Cabeça. O Assassino, Um Ex-Namorado Ciumento, Ficará No Máximo Três Anos Internado Após Cometer Um Crime Que Renderia Até 30 Anos De Prisão

05 abril 2014

Morre, aos 66 anos, o ator José Wilker

O mundo artístico está de luto. Aos 66 anos, o ator José Wilker teve sua morte confirmada pelos jornais “O Globo” e “O Estado de S. Paulo” e pela GloboNews.
Segundo o canal a cabo, Wilker sofreu um infarto fulminante ao lado da namorada, a jornalista Cláudia Montenegro, enquanto dormia. A causa do óbito, porém, ainda não foi oficialmente confirmada. O último trabalho de Wilker foi na novela “Amor à Vida”, ainda este ano.
O ator faleceu em sua residência em Ipanema, na zona sul do Rio de Janeiro, e não teve tempo de ser hospitalizado. Wilker deixa três filhas: Isabel, Mariana e Madá.
RAÍZES
Wilker nasceu em Juazeiro do Norte, no Ceará, em 20 de agosto de 1947. Mudou-se para o Recife aos 13 anos, onde atuou como radialista e deu início à carreira de ator. Em 1963 transferiu-se para o Rio de Janeiro. Estreou na Globo em 1971, no programa “Caso Especial”.
CARREIRA 
Atuou em 30 novelas, 14 minisséries e séries, 50 filmes e 24 peças. Foi também diretor. Na TV, roubou a cena em produções inesquecíveis como “Gabriela” (1975), “Anjo Mau” (1976), “Final Feliz” (1982), “Transas e Caretas” (1984), “Roque Santeiro” (1985), “Corpo Santo” (1987), “O Salvador da Pátria” (1989), “Fera Ferida” (1993), “A Próxima Vítima” (1995), “Suave Veneno” (1999), “A Muralha” (2000), “Um Anjo Caiu do Céu” (2001), “Desejos de Mulher” (2002), “Senhora do Destino” (2005),  ”JK” (2006), “Amazônia – De Galvez a Chico Mendes” (2007), “Duas Caras” (2007) e “Gabriela” (2012).
ÚLTIMOS TRABALHOS
Seu último trabalho no teatro foi em 2008, com “A Cabra ou Quem é Sylvia?”; no cinema em 2013, com “Giovanni Improtta – O Filme” e “A Casa da Mãe Joana 2″; e na TV também em 2013, com “Amor à Vida”.
AMORES
Zé foi casado com as atrizes Renée de Vielmond, Mônica Torres e Guilhermina Guinle e com a psicóloga Elza Maria Barros de Rocha Pinto. Namorou também a atriz Bárbara Paz.
Linha do tempo José Wilker (Foto: Arte/G1)

Conheça a vida de uma prostituta, hermafrodita e pai de 3 filhos

“’Eu prefiro vender  meu corpo do que a minha alma, é mais difícil, mas muito mais limpo’ Claudette me disse em um de nosso primeiro encontro. Como não escrever um livro sobre ela!”. É assim que a fotógrafa Malika Gaudin Delrieu começa falando sobre seu projeto “La Vie em Rose”, criado quando fazia uma pesquisa sobre tráfico sexual na Suíça. O livro, segundo a autora, não tem por objetivo falar sobre um mundo mais obscuro às margens da sociedade, mas sim “dar voz à Claudette, para deixá-la contar sua história e expressar suas opiniões”. Além disso, o projeto retrata também as diferenças entre o modo como a prostituição é tratada na Suíça e na França, país muito mais rígido com essas questões. “"Lá, a prostituta é infeliz, e se ela diz o oposto, é porque não tem conhecimento do quanto lhe tratam como uma miserável. Este documentário oferece um ponto de vista diferente sobre um assunto que muitas vezes é reduzido a uma série de clichês”, conta Malika no site do projeto.
Claudette em foto do livro "La Vie en Rose" (Foto: Malika Gaudin Delrieu )
Claudette, protagonista do livro, é marido (casada há 52 anos com Andreé), avô e ciclista premiado. Mas  também é intersexual - possui ambos os sexos - e se prostituta para sustentar a si e a família. Nascida com genitália masculina e feminina, seus pais lhe atribuíram o gênero masculino quando nasceu, na Suíça, em 1937. "Eu nunca me senti mal por ser hermafrodita, são os outros que têm um problema com isso, não eu. Eu sempre me senti como uma menina e vivi minha vida em conformidade. Tenho o sexo dos anjos, por que eu iria ter vergonha dele?", diz Claudette.
Troféus que Claudette ganhou no ciclismo (Foto: Malika Gaudin Delrieu )
Troféus que Claudette ganhou no ciclismo (Foto: Malika Gaudin Delrieu )
Apaixonada por esportes, ela conta como surgiu o interesse pelo ciclismo. "O esporte sempre foi uma parte importante da minha vida. Andar de bicicleta é uma das minha paixões, eu tenho feito isso toda a minha vida e eu não tenho nenhuma intenção de parar. Ainda ganho concursos e gravo tempos melhores do que as pessoas 30 anos mais jovem do que eu". Segundo ela, "a prostituição se torna uma fonte de auto-confiança". “Este olhar dos outros, que é muitas vezes uma causa de sofrimento na vida diária, não está cheio de desejo por seu corpo, tão cheio de si que eles estão dispostos a pagar para obtê-lo. A satisfação de um trabalho bem feito é incomparável na prostituição. Quando um cliente está feliz, eu estou feliz também", conclui Claudette, feliz pelo livro totalmente focado em sua vida, antes vista como mais um problema da sociedade marginalizada.
"La Vie en Rose" cont a história em fragmentos de Claudette, prostituta, hermafrodita, mas também pai, avô e marido dedicado (Foto: Malika Gaudin Delrieu )
A ciclista com Andreé, com quem é casada há 52 anos (Foto: Malika Gaudin Delrieu )
A ciclista com Andreé, com quem é casada há 52 anos (Foto: Malika Gaudin Delrieu )
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...