19 abril 2015

Imagens dos corpos: Chacina deixa oito mortos em sede de torcida do Corinthians

Oito pessoas morreram na noite deste sábado (18), depois de serem baleadas na sede do Pavilhão Nove, uma das torcidas organizadas do Corinthians. De acordo com a Polícia Militar, sete vítimas foram encontradas baleadas e mortas no local. Uma oitava também foi baleada, mas conseguiu fugir e foi levada ao Hospital das Clínicas pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
O caso foi registrado no Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Policiais que participaram do registro da ocorrência afirmaram ao G1 que a principal hipótese para o crime é uma briga envolvendo tráfico de drogas. Duas das vítimas tinham passagem por tráfico.
Os policiais descartam que a motivação do crime seria uma rixa entre torcidas, apesar do jogo entre Corinthians e Palmeiras marcado para a tarde deste domingo (19) na Arena Corinthians, em partida de semifinal do Campeonato Paulista.
Parentes e amigos dos mortos aguardavam a liberação dos corpos no IML (Foto: Márcio Pinho/G1)
De acordo com a GloboNews, um dos mortos é Fábio Neves Domingos, de 34 anos. Ele foi um dos presos na tragédia que marcou a estreia do Corinthians na Copa Libertadores da América, em 2013, contra o San José, da Bolívia. O jovem torcedor boliviano Kevin Douglas Beltrán Espada, de 14 anos, foi atingido por um sinalizador da torcida corinthiana e morreu. 
As demais vítimas são: Ricardo Prado, Marco Antonio Corassa Junior, André Luiz dos Santos de Oliveira, Mateus Fonseca de Oliveira, Jhonatan Garzillo e Mydras Schmidt, segundo informou o DHPP.
 Oito pessoas morrem depois de serem baleadas na sede da Pavilhão 9, na Ponte dos Remédios, em São Paulo, SP, na noite deste sábado (18) (Foto: Edison Temoteo/Futura Press/Estadão Conteúdo)
Execução
Testemunhas disseram à polícia que pelo menos dois homens armados invadiram a quadra da torcida, que fica embaixo da ponte dos Remédios, próximo à Marginal Tietê, por volta das 23h. Os torcedores prepavam bandeiras que seria levadas para o jogo deste domingo.
Segundo o DHPP, houve execução, já que as vítimas foram encontradas deitadas e próximas. Elas teriam sido obrigadas a se deitar pelos criminosos. Perto dos corpos foram encontradas cápsulas de pistola 9 mm.
O G1 tentou contato com representantes da torcida organizada, mas ninguém foi encontrado durante a madrugada e a manhã deste domingo (19).

18 abril 2015

Conheça a resposta do problema matemático que se tornou viral

O problema de matemática para adolescentes de Cingapura que se tornou um viral na internet gerou tanto interesse que um programa de TV local entrevistou um professor com o objetivo de ensinar o público a resolvê-lo.
Veja um passo a passo da lógica que permite resolver o problema.
Então, quando é o aniversário de Cheryl?
Primeiro precisamos recordar que Albert sabe o mês e Bernard o dia.
Pela primeira afirmação de Albert no diálogo, sabemos que ele tem certeza de que Bernard não sabe quando é o aniversário.
Isso nos permite descartar por completo os meses de maio e junho devido ao seguinte: dito que Bernard sabe o dia e os únicos números que não se repetem nas datas possíveis são o 19 e o 18, se alguns desses números fosse o aniversário Bernard já teria a resposta.
Mas Albert disse ter certeza de que Bernard não sabe.
Por outro lado, para que Albert esteja seguro de que Bernard não sabe quando é o aniversário, a data não pode ser nem maio nem junho. Nesses meses estão os números que não se repetem na lista de datas possíveis, 18 e 19.
A única forma de Albert ter certeza de que Bernard não sabe a data do aniversário é que ela não seja nem maio nem junho.
Com a primeira afirmação de Albert, Bernard já sabe que maio e junho estão descartados.
No diálogo, Bernard diz que agora sabe a data do aniversário. Isso nos permite descartar qualquer data que tenha o dia 14, porque o número aparece duas vezes, em julho e agosto. Como Bernard só sabia o número, se ele fosse o 14 então Bernard não poderia ter a resposta final.
Assim, após se descartar essas opções, as únicas datas ainda possíveis são 16 de junho, 15 de agosto e 17 de agosto.
Albert diz em sua última afirmação que se Bernard sabe, então ele também sabe. Isso porque Cheryl disse a Albert o mês correto que então deve ser julho. Se fosse agosto, Albert não poderia ter certeza, pois ficaria em dúvida entre os dias 15 e 17.
Foto: Thinkstock
Então, a resposta certa é 16 de julho.

15 abril 2015

Enigma para estudantes de Cingapura faz mundo quebrar a cabeça

Não é todo dia que um problema matemático se torna viral na internet.
Mas um enigma de lógica proposto a alunos de uma escola secundária em Cingapura conseguiu realizar essa façanha.
Foto: Thinkstock
O interesse foi tanto que o problema foi parar em portais de notícias no Reino Unido e um programa de TV até convidou um matemático para explicar ao público - passo a passo - como chegar a sua solução (veja link no final do texto).
O fenômeno surgiu quando o apresentador de TV de Cingapura Kenneth Kong publicou o problema em seu perfil em uma rede social.
A princípio, pensou-se que o enigma havia sido criado para crianças de 10 anos de idade, o que acabou provocando críticas de que o sistema educacional de Cingapura, porque o público considerou a questão matemática difícil demais para crianças tão jovens.
Mas depois Kong esclareceu que o problema foi criado para estudantes de 15 anos que participavam na semana passada da Sasmo (sigla da Olimpíada de Matemática de Cingapura e de Escolas Asiáticas).
Os organizadores do evento disseram que o problema visava selecionar os melhores do grupo.
Mesmo assim, a questão levou muitos internautas a ver o problema como explicação para a razão de Cingapura estar entre os primeiros países nos rankings internacionais de matemática.
Então, se você quiser competir com um estudante de Cingapura, apresentamos abaixo o problema.
Alberto e Bernard acabam de conhecer Cheryl e querem saber qual é a data do aniversário dela. Cheryl dá a eles uma lista com 10 datas possíveis.
15 de maio, 16 de maio, 19 de maio
17 de junho, 18 de junho
14 julho 16 de julho
14 de agosto, 15 de agosto, 17 de agosto
Cheryl conta então, para Albert, o mês e, para Bernard, o dia.
Albert: "Não sei quando é o aniversário de Cheryl, mas sei que Bernard também não sabe."
Bernard: "A princípio não sabia quando era o aniversário de Cheryl, mas agora já sei."
Albert: "Então eu também sei quando é o aniversário dela."
Então quando é o aniversário de Cheryl?

11 abril 2015

Prefeitura de Cidade Gaúcha - PR e outras 46, não pagaram divída com Samu, e prejudicam o atendimento no Noroeste do Paraná

A Prefeitura municipal de Cidade Gaúcha, está entre os municípios que não quitaram a divida para o funcionamento do Samu no Noroeste do Paraná. O serviço é de extrema importância, para socorrer vítimas da região, mas parece que os prefeitos não se importam com a saúde da população.
As parcelas são valores irrisórios, mas não há verba, segundo muitos prefeitos. Mas os impostos continuam sendo cobrados. Para onde vai esse dinheiro?
Os atendimentos prestados pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) do Noroeste do Paraná podem ser prejudicados caso 46 dos 85 municípios que pertencem ao consórcio não quitem as parcelas em atraso.
Até fevereiro de 2015, o valor total da dívida chegava a R$ 2,4 milhões. Nesta segunda-feira (6), a coordenação do Consórcio Intermunicipal de Urgência e Emergência do Noroeste do Paraná (Ciuenp) divulgou a lista dos municípios devedores.
Segundo o coordenador do Ciuenp Almir de Almeida a dívida se arrasta desde 2013, ano em que o consórcio foi inaugurado. “O consórcio tentou entrar em um acordo com os municípios inadimplentes, porém não obtivemos êxito. Por isso, decidimos divulgar a lista”, declara.
Até 2014, cada cidade pagava R$ 0,50 por habitante para o Samu Noroeste, mas esse valor foi reajustado e, atualmente os municípios pagam R$ 0,80 por pessoa. Além do repasse mensal dos municípios, o Samu Noroeste ainda recebe repasses de verbas dos governos estadual e federal.
Das 46 cidades que possuem dívidas com o Samu, Iporã, Douradina, Guairaçá, Itaúna do Sul, Jussara, Tapejara e Peabiru nunca pagaram para usufruir do serviço, conforme a coordenação do Ciuenp. Ao todo, esses sete municípios devem pouco mais de R$ 920 mil.
Na sequência, as maiores dívidas são das prefeituras de Tamboara, São Tomé, Marilena, Engenheiro Beltrão, Nova Londrina, Santo Antônio do Caiuá e Tuneiras do Oeste.
Crise generalizada
Para o presidente da Associação dos Municípios do Paraná, Luis Lazaro Sorvos (PDT), que também é prefeito de Nova Olímpia - uma das cidades que estão na lista dos municípios inadimplentes - a crise econômica nacional interfere no funcionamento administrativo das prefeituras.
"De um modo geral todas as cidades estão com dificuldades. As receitas não aumentam na mesma proporção das despesas. O reajuste do combustível, por exemplo, refletiu em todas as atividades das prefeituras", detalha Sorvos.
Além do aumento de gastos, Sorvos argumenta ainda que na época da criação do Samu Noroeste ficou acordado que o valor repassado por pessoa diminuiria ao longo dos anos, e não seria reajustado. "Logo no começo pagávamos R$ 0,40, depois passou para R$ 0,50 e agora foi para R$ 0,80. O consórcio alega que reajustou para poder arcar com as despesas. E se os impostos sobem, todas as despesas também são modificadas", conclui.
Parcelamento das dívidas
O prefeito de Tapejara, Noé Caldeira Brant, disse que só vai se manifestar nesta terça-feira (7) através do procurador municipal. A prefeita de Guairaçá, Janeslei Amadeu, e o secretário de Saúde de Tamboara, Edwilson Aparecido Daloli, disseram que os municípios passam por dificuldades financeiras e, por isso deixaram de pagar o Samu. Em São Tomé, a diretora de Saúde, Vera Garcia, disse que parou de pagar o consórcio porque o estado e a União reduziram os repasses de recursos, porém o município fechou um acordo para parcelar a dívida até dezembro deste ano.
A secretarias de Saúde de Tuneiras do Oeste, Marilena e Santo Antônio do Caiuá disseram que os municípios passam por dificuldades financeiras, porém estão estudando com as respectivas administrações formas de parcelamento das dívidas.
A secretária de saúde de Douradina, Ivone Tonhi de Souza, disse que o município não pagou porque o consórcio não cumpriu a promessa de instalação de uma base do Samu na cidade. Ela alegou que assim que essa base for instalada, o prefeito acertará o valor devido.
O coordenador do Samu informou que a instalação da base em Douradina já foi aprovada, porém falta ambulância e a aprovação do governo Federal. Almir de Almeida argumentou ainda que isso não pode ser usado como motivo para não arcar com o valor devido, pois o município usa o serviço.
O prefeito de Nova Londrina, Dorneles José Chiodelli, informou que não concorda com a decisão do Samu em aumentar o percentual de participação dos municípios nos custos. De acordo com o prefeito, se o Samu retomar o preço por habitante para R$ 0,50, o município faz uma negociação para quitar as dívidas.
Os prefeitos de Engenheiro Beltrão, Peabiru, Jussara, Iporã e Itaúna do Sul não foram encontrados até a publicação desta reportagem.
Veja a lista dos municípios inadimplentes:
Altamira do Paraná
Alto Paraná
Alto Piquiri
Altônia
Araruna
Brasilândia do Sul
Campina da Lagoa
Cidade Gaúcha
Diamante do Norte
Douradina
Cruzeiro do Oeste
Engenheiro Beltrão
Farol
Fênix
Francisco Alves
Guairaçá
Guaporema
Goioerê
Inajá
Iporã
Janiópolis
Itaúna do Sul
Japurá
Jardim Olinda
Jussara
Luiziana
Maria Helena
Marilena
Moreira Sales
Nova Londrina
Nova Olímpia
Paranapoema
Peabiru
Perobal
Planaltina do Paraná
Porto Rico
Querência do Norte
Quinta do Sol
Santa Cruz do Monte Castelo
Santa Mônica
Santo Antônio do Caiuá
São João do Caiuá
São Tomé
Tamboara
Tapejara
Tuneiras do Oeste

10 abril 2015

Namorar

"Namorar é algo que vai muito além das cobranças. É cuidar do outro e ser cuidado por ele, é telefonar só para dizer bom dia, ter uma boa companhia para ir ao cinema de mãos dadas, ter alguém para fazer e receber cafuné, um colo para chorar, uma mão para enxugar lágrimas, enfim, é ter alguém para amar. Somos livres para optarmos! E ser livre não é beijar na boca e não ser de ninguém. É ter coragem, ser autêntico e se permitir viver um sentimento."
— Arnaldo Jabor. 

Laudo aponta homicídio e suicídio de jovens em motel de Paranavaí

A Polícia Civil de Paranavaí (a 77 km de Maringá) divulgou nesta quinta-feira (9) os laudos que apontam a causa da morte do acadêmico de Direito, André Fernandes de Freitas Peres Silva, 21 anos, e da advogada Gabriela Cerci Bernabe Ferreira, 25. Eles foram encontrados mortos no início da tarde do último sábado (4), no interior de um motel na cidade.
De acordo com os laudos, Gabriela foi morta em decorrência de uma fratura na coluna cervical, enquanto André teria cometido suicídio por suposta inalação de algum tipo de substância tóxica, ainda não definida.
Casal morto em MotelAssinados pelo médico-legista Luiz Carlos Ricci, chefe do Instituto Médico-Legal de Paranavaí (IML), os laudos foram concluídos na manhã da última quarta-feira, mas só ontem foi tornado público pelo delegado-chefe da 8ª Subdivisão Policial (SDP), Luiz Carlos Manica. Apesar da confirmação de homicídio seguido de suicídio, o delegado ressaltou que ocorrido no interior do apartamento só poderá ser definido depois da conclusão de outros tipos de análises e exames, que serão feitos pelo Instituto de Criminalística de Curitiba.
A reportagem apurou que além do trauma raquimedular – lesão de qualquer causa externa na coluna vertebral -, o laudo de Gabriela apontou a existência de uma pequena fratura no crânio da jovem, na parte frontal.
O laudo descartou a presença de veneno e sinais causados por asfixia nos dois corpos. No entanto, a Polícia Civil confirmou que material semelhante a pele humana foi encontrado nas unhas das mãos da jovem. André apresentava sinais de arranhaduras no pescoço, provavelmente ocasionadas pouco antes de sua morte.
Uma fonte oficial confirmou que durante o exame de necrópsia, o legista teria sentido um odor muito forte exalado dos pulmões do rapaz. O médico não conseguiu definir a que o odor se assemelhava, diferente de tudo que já sentira ao longo dos 32 anos de carreira.
A polícia confirmou que além do material recolhido das unhas da advogada, sobras de bebidas encontradas no apartamento do motel, amostras de sangue e partes de vísceras das vítimas foram encaminhadas para análise no IML da capital.
Sem precisar a data dos resultados, o delegado afirmou que os laudos não devem demorar por conta da gravidade do caso. “Precisamos de respostas rápidas para a conclusão do inquérito, bem como para as famílias das vítimas, que estão angustiadas, querendo explicações para essa tragédia”, explicou Manica.
A mãe e uma irmã de André estiveram na manhã de hoje na 8ª SDP, para tomar ciência das investigações. Visivelmente abatidas, elas não se identificaram e recusaram falar sobre o caso com a reportagem. Mas a irmã disse que apesar da pouca idade, André já cursava o penúltimo ano do curso de Direito, em Curitiba, e era excelente aluno. “Só tirava notas altas e era constantemente premiado na faculdade”, contou.
A mãe, por sua vez, confirmou ter conhecimento de boatos e rumores que circulam pela cidade, mas afirmou não se importar com isso. “A gente tampa os ouvidos e fecha a boca. Isso não nos abala”, resumiu.
Manica observou que a hipótese de morte acidental seguida de suicídio ocasionado por ingestão ou inalação de algum tipo de substância tóxica não foi descartada. “Somente os exames revelarão o que de fato ocorreu naquela madrugada, e qual seja o resultado, as famílias terão que aceitar a verdade.”
Fonte: O Diário

09 abril 2015

Um mundo melhor

Existem dois tipos básicos de forças motivadoras: o medo e o amor. Quando estamos com medo, nós puxamos a vida pra trás. Quando estamos apaixonados, nos abrimos para tudo o que a vida tem pra oferecer, com emoção, paixão, e aceitação. Precisamos aprender a nos amar primeiro, em toda nossa glória e nossas imperfeições. Se não podemos amar a nós mesmos, não podemos abrir completamente a nossa capacidade de amar os outros ou o nosso potencial para criar. A evolução e todas as esperanças para um mundo melhor descansam no destemor e na visão sincera de pessoas que abraçam a vida. — John Lennon

08 abril 2015

Olhe à sua volta

“Sorria. Não se esconda atrás desse sorriso. Mostre aquilo que você é, sem medo. Existem pessoas que sonham com o seu sorriso. Viva. Tente. A vida não passa de uma tentativa. Ame acima de tudo, ame a tudo e a todos. Não feche os olhos para a sujeira do mundo, não ignore a fome. Esqueça a bomba, mas antes, faça algo para combatê-la, mesmo que se sinta incapaz. Procure o que há de bom em tudo e em todos. Não faça dos defeitos uma distância e sim uma aproximação. Aceite. A vida, as pessoas – faça delas a sua razão de viver. Entenda. Entenda as pessoas que pensam diferente de você, não as reprove. Olhe à sua volta: quantos amigos! Você já tornou alguém feliz, hoje? Ou fez alguém sofrer com o seu egoísmo? Não corra. Para quê tanta pressa? Corra apenas para dentro de você. Sonhe. Mas não prejudique ninguém e não transforme seu sonho em fuga. Acredite. Espere. Sempre haverá uma saída, sempre brilhará uma estrela. Chore. Lute. Faça aquilo que gosta, sinta o que há dentro de você. Ouça. Escute o que as outras pessoas têm a dizer, é importante. Suba. Faça dos obstáculos degraus para aquilo que você acha supremo, mas não se esqueça daqueles que não conseguem subir a escada da vida. Descubra. Descubra aquilo que há de bom dentro de você. Procure, acima de tudo, ser gente.”
~ Charles Chaplin.

07 abril 2015

Comerciante é agredido em Cidade Gaúcha - PR por conta de cartões distribuídos nas eleições de 2012

Os cartões da coligação Prefeitura Para o Povo, do atual prefeito de Cidade Gaúcha, ainda rendem comentários entre os moradores da cidade. Por ética e respeito, os nomes dos envolvidos não serão expostos, mas o fato ocorreu em um mercado da cidade. Recentemente, uma cliente, ao chegar no caixa do estabelecimento, tentou pagar sua dívida, com um cartão, que foi distribuído em 2012, pela coligação Prefeitura para o Povo. A oposição enfatizou, que tais objetos foram utilizados como um meio ilícito para a obtenção de votos. Foram rebatidos com a resposta de que era um programa do governo. Mas é difícil compreender o motivo pelo qual centenas de cartões foram distribuídos para várias pessoas antes das eleições de 2012, visto que apenas era um programa ainda não implementado.
Essa mulher, acreditou que poderia utilizar o cartão na foto abaixo, de bolsa alimentação, prometido pelo atual prefeito, como forma de pagamento, mas foi barrada no caixa. Nervosa com a situação, estapeou o rosto do proprietário do mercado.
Atualmente, estão considerando os cartões como um golpe, pois até os dias atuais, nada em relação à esse programa, foi posto em prática. Essas são as palavras de muitos moradores, insatisfeitos com a situação.
Não podemos nos calar diante de tais fatos. Essa é a democracia, onde podemos nos pronunciar, sobre os problemas e fraudes ocorridos na política brasileira. É o nosso dinheiro que está sendo utilizado, e visivelmente, de forma errada. Vivemos em meio à crise, é claro, mas isso não é desculpa para obras atrasadas, e promessas não cumpridas. BASTA! Essa farra tem que acabar.
O que não é plausível, é a censura, contra a verdade. Qualquer reclamação ou sugestão, faça através dos comentários.
Carlos Augusto de Andrade.

Amigos...

Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila. Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos. Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo. Deles não quero resposta, quero meu avesso. Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim. Para isso, só sendo louco. Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças. Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta. Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto. Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça. Não quero amigos adultos nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice! Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou. Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que “normalidade” é uma ilusão imbecil e estéril. — Oscar Wilde

06 abril 2015

Morre filhote de puma resgatado de queimada em canavial da Usina Santa Terezinha em Cidade Gaúcha - PR

Um dos filhotes de puma resgatado de uma queimada em um canavial em Cidade Gaúcha, no noroeste do Paraná, morreu na noite de domingo (5). Depois de salvos e entregues à Polícia Ambiental, Foguinho e a fêmea, que recebeu o nome de Cacau, foram levados para um zoológico em Dois Vizinhos, onde estavam recebendo os cuidados necessários desde quarta-feira (1º).
O macho da espécie também conhecida como onça parda morreu depois de complicações renais. Ele sofreu várias queimaduras e não conseguia se alimentar direito, por isso estava sendo tratado por meio de sonda. Foguinho também corria o risco de perder a visão. A irmã continua sendo acompanhada pelos especialistas e está fora de perigo.
Quando foram resgatados, ambos tinham cerca de 40 dias, pesavam aproximadamente 1,3 quilo e estavam com cerca de 45 centímetros, informou na época o veterinário Rafael Henrique Domingues. De acordo com o veterinário, as plantações de cana-de-açúcar são locais em que as onças pardas se adaptam bem e, por isso, são costumeiramente encontradas. "É um animal bastante rústico, e se alimenta de qualquer tipo de animal. No meio da cana, essa espécie se locomove bem e encontra o alimento que precisa."
O sargento Marcelo Donizete Fanti explicou na ocasião que a onça parda é um animal presente em todo o estado, porém devido ao desmatamento a espécie tem ocupado locais onde encontra alimento com mais facilidade. “Antes era difícil ver onças fora de reservas ou parques ambientais, mas agora é frequente recebermos ligações de pessoas relatando que encontraram onças em plantações de cana ou fora do seu habitat natural”, afirma.
Filhotes de onça parda foram levadas para o zoológico de Dois Vizinhos (Foto: Reprodução RPC)

05 abril 2015

Vazamento de amônia em abatedouro de Rondon - PR, leva dezenas de funcionários para hospitais

O vazamento de gás amônia no frigorífico da empresa de abates de aves Averama, em Umuarama, no começo da tarde desta quarta-feira (17), deixou 40 funcionários hospitalizados, dos quais, cinco internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de dois hospitais da cidade. Houve muita correria na hora do acidente e o Corpo de Bombeiros convocou os agentes que estavam de folga e ambulâncias da Prefeitura e empresas particulares para socorrer as pessoas com sintomas de intoxicação. A expectativa é de que todos deixem o hospital nesta quinta-feira.
No hospital de plantão, o Cemil, foram atendidas 16 pessoas, das quais uma ficou na UTI, duas na enfermaria e uma em observação. No Hospital São Paulo das nove mulheres atendidas, quatro foram para a UTI e cinco ficaram na enfermaria. No começo da noite, duas delas deixaram a UTI. O enfermeiro de plantão na UTI, Washigton Rogério de Souza, informou que o estado de saúde das pacientes era estável e elas não corriam risco de morrer. Todas apresentaram sinais de intoxicação com irritação nos olhos, garganta e ânsia de vômito, sintomas típicos de quem inala a amônia.
O gerente de exportação da Averama, João Paulo Santos, informou que o vazamento ocorreu na câmara fria ao lado da sala de cortes, onde trabalham 25 pessoas, justamente as que tiveram o primeiro e mais direto contato com o gás. Em todo o frigorífico são 400 funcionários que tiveram de sair às pressas. Outras 200 pessoas trabalham na parte administrativa e também tiveram de deixar seus locais de trabalho. No final da tarde, apenas o pessoal do administrativo teve permissão para retornar.
Santos adiantou que o vazamento do gás usado na refrigeração foi controlado em 30 minutos, mas os técnicos fazem uma varredura até esta quinta-feira para identificar a causa e eliminar todos os resíduos. Enquanto isso, o abate fica suspenso. Ele não soube precisar o prejuízo. “Primeiro a gente se preocupou em cuidar das pessoas que ficaram feridas”. A Averama abate média de 60 mil aves por dia e exporta 80% da sua produção.

03 abril 2015

Dois filhotes de puma foram encontrados com ferimentos nos canaviais da Usina Santa Terezinha, em Cidade Gaúcha - PR

Vejam, abaixo, mais uma vez o descaso com a natureza. Animais foram encontrados com ferimentos e debilitados, nos canaviais da Usina de Açúcar Santa Terezinha, em Cidade Gaúcha - PR. No ano passado, em novembro, um caso parecido ocorreu, mas os felinos foram encontrados mortos.
Diante de fatos como esses, uma empresa do porte da Santa Terezinha, por obrigação, devia se pronunciar através de sua página no Facebook, ou de alguma outra forma. Mas permanecem inertes, agindo de forma negligente. Ao que parece, querem somente é queimar, poluir as águas com vinhaça, matar os animais queimados, cortar e enterrar árvores, e ganhar dinheiro. A natureza necessita de atenção, assim como seus canaviais, senhores.
Atualização: O filhote macho, não resistiu aos ferimentos, e morreu em dois vizinhos. O fato foi noticiado pela RPC, hoje, 7 de abril.
Filhotes de onça parda foram levadas para o zoológico de Dois Vizinhos (Foto: Reprodução RPC)
Dois filhotes de Puma, ou onças pardas, espécie comum na fauna Paranaense, foram acolhidos na tarde desta quarta-feira (01) por médico veterinários que trabalham no zoológico da União de Ensino do Sudoeste (Unisep), de Dois vizinhos. Os felinos foram trazidos da região de Maringá pela Polícia Militar Ambiental e estão debilitados pelo fato de terem sido expostos a um incêndio.
Conforme o Sargento Ivo Ferreira Barros, da Polícia Ambiental, os dois tem entre 45 e 50 dias de vida e foram encontrados por cortadores de cana no município de Rondon - PR. Eles estavam em meio a um canavial que foi queimado para a colheita.
Por orientação da Polícia Ambiental, os felinos foram deixados sob cuidados de um veterinário na cidade de Cianorte. Na manhã desta quarta, os policiais passaram pela cidade e seguiram até Dois Vizinhos, uma viagem de aproximadamente 450 KM. De acordo com o sargento, apenas uma parada foi feita em cascavel para alimentar os filhotes que se compararam bem durante a viagem.
Conforme o sargento da PMA Marcelo Donizete Fanti, a onça parda é um animal que está presente em todas as regiões do estado, mas devido ao desmatamento a espécie tem ocupado locais onde encontra alimento com mais facilidade. “Antes era difícil ver onças fora de reservas ou parques ambientais, mas agora é frequente recebermos ligações de pessoas relatando que encontraram onças em plantações de cana ou fora do seu habitat natural”, afirma.
O veterinário explica que as plantações de cana-de-açúcar são locais que as onças pardas se adaptam bem e, por isso, são costumeiramente encontradas. "É um animal bastante rústico, e se alimenta de qualquer tipo de animal. No meio da cana, essa espécie se locomove bem e encontra o alimento que precisa", explica Rafael Domingues.
Mas, as plantações podem ser um perigo para a espécie.“Como as usinas têm o hábito de queimar a cana antes de colher, o fogo acaba alcançando os filhotes e machucando os animais”, explica o sargento.
No zoológico eles foram recebidos e avaliados pelo médico veterinário Felipe Azzolini. O profissional garante que a situação é não é tão grave, por isso acredita numa reabilitação precoce. Apenas um sofreu queimaduras na pele, mas os dois estão com problemas nos pulmões pelo fato de ter inalado muita fumaça. Os pumas devem permanecer por aproximadamente um ano no zoológico. Depois desse período serão devolvidos seu habitat natural. Quando adultos, podem pesar até 60 quilos.
Também na oportunidade, os policiais trouxeram para o zoológico uma Arara Vermelha. A ave foi abandonada nas proximidades de um sítio em Maringá e apresenta fraturas nas pernas, mas nada de grave. Ela também vai passar pelo processo de reabilitação, com acompanhamento de médicos veterinários.
A vinda dessas espécies ao sudoeste se deu por meio de um contato direto entre o comandado da Polícia Militar Ambiental de Maringá e a direção da faculdade Unisep. Caso não fossem aceitos na região, os dois pumas e a ave seriam levados para o zoológico de Tijucas do Sul.
Fotos: Evandro Artuzi – Portal RBJ


As imagens abaixo são dos filhotes de onças, encontrados nos canaviais da empresa em novembro de 2014, em Cidade Gaúcha - PR. Nada foi feito em relação ao caso. Que vergonha:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...