04 julho 2016

Mãe processa filho por ele ter morrido em acidente de carro

Uma mulher pegou os juízes da Suprema Corte da Austrália de surpresa. Segundo o jornal Herald Sun, Iman Homsi, 50 anos, processou o próprio filho após ele ter morrido em um acidente de carro.
Mahmoud Homsi, de 26 anos, morreu em 2010 após invadir uma pista e colidir com um carro em uma estrada de Melbourne, na Austrália. De acordo com a ocorrência, ele dirigia a 90 km/h em um local cuja velocidade máxima era de 60 km/h. Além dele, uma menina de três anos, que estava a bordo do outro carro, também faleceu. Homsi foi considerado culpado pelo acidente.
Para justificar o pedido de indenização, Iman alegou que nunca mais conseguiu trabalhar após a morte do filho. Apesar das acusações, a Suprema Corte da Austrália decidiu não dar prosseguimento ao caso. “Iman não estava na cena do acidente Ela não testemunhou a morte do filho, por isso não foi uma vítima imediata”, afirmou um juiz.
À publicação, o juiz explicou que não há lei para casos em que alguém causa lesões psiquiátricas em outra pessoa por morrer.
Reprodução/Herald Sun
Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...